PALAVRA DO PRESIDENTE

Luta contra a reforma agora é no Senado

As centrais sindicais, em aliança com os movimentos sociais, atuarão, agora, junto aos senadores para diminuir os danos causados aos trabalhadores. 

Vamos denunciar os prejuízos causados por essa reforma, que aumenta o tempo para se aposentar, limita o benefício à média de todos os salários, eleva as alíquotas de contribuição para quem ganha acima do teto do INSS e estabelece regras de transição para os atuais assalariados. Servidores e trabalhadores da iniciativa privada que se tornarem segurados após a reforma terão garantida na Constituição somente a idade mínima. O tempo de contribuição exigido e outras condições serão fixados definitivamente em lei. Até lá, vale uma regra transitória.

O texto que vai ao Senado estabelece idade mínima de 62 anos para mulheres e 65 para os homens. O tempo de contribuição necessário é de 15 anos, mas para receber benefício maior o trabalhador precisará contribuir por mais tempo - com 40 anos de recolhimento, ficará com o total da média de todos os salários de contribuição.

É preciso estarmos unidos, organizados e confiantes que é só através da luta e do enfrentamento que poderemos derrubar essa reforma.

Forte abraço

Silvio Campos

Silvio Campos
 
       ENQUETE
Vocę votaria em um metalúrgico para lhe representar na Câmara de Vereadores de sua cidade?
Sim
Năo
NOSSOS PARCEIROS      
 
DESCONTOS ESPECIAIS
PARA SINDICALIZADOS!
 
       BOLETIM ELETÔNICO
Receba boletins semanais por e-mail. Digite seu e-mail abaixo.
 
Acesse os boletins já publicados
       FACEBOOK


Volta Redonda: Rua Gustavo Lira, 9 - Centro - CEP 27253-280 - Telefax: (24) 2102-2800
Subsede: Avenida Antônio de Almeida, 603 - Retiro - CEP 27276-670 - Tel: (24) 3346-6179
Barra Mansa: Rua Ary Fontenelle, 362 - Estamparia - CEP 27330-670 - Tel: (24) 3323-1584
Resende: Rua Dr. Tavares, 80 - Centro - CEP 27511-200 - Telefax: (24) 3360-9895 / 3355-4457
NOSSAS REDES