SECRETARIA GERAL  .:. Mulher
Espaço Mulher - As armas contra o assédio sexual
Ouvir cantadas ou propostas indecentes do chefe e com ameaças de perder o emprego - É CRIME.
|Dados da Organização Internacional do Trabalho mostram que 52% das mulheres do Brasil já sofreram assédio sexual|, alerta a ministra do Tribunal Superior do Trabalho, Maria Cristina Irigoyen Peduzzi.

Mas, como denunciar?
Sentir-se completamente de |mãos atadas| é um sentimento comum entre as mulheres que passam por essa situação. Isso pode ocorrer em qualquer ambiente de trabalho, mas, infelizmente, poucas pessoas denunciam, por se sentirem inseguras, mas com o surgimento de alguns serviços, de atendimento a mulher, portas foram abertas para a resolução desses casos.
Os casos de |assédio sexual| sempre ficaram entre quatro paredes e, dessa forma, não há como punir o agressor, e a causa, muitas vezes, é a falta de prova. Nesses casos, ela tem que ser testemunhal, fazer escuta telefônica, por exemplo, pois é muito difícil conseguir outro tipo de prova, completa. O medo de ser ridicularizada diante de outras pessoas também dificulta a denúncia.
 
       ENQUETE
Você votaria em um metalúrgico para lhe representar na Câmara de Vereadores de sua cidade?
Sim
Não
NOSSOS PARCEIROS      
 
DESCONTOS ESPECIAIS
PARA SINDICALIZADOS!
 
       BOLETIM ELETÔNICO
Receba boletins semanais por e-mail. Digite seu e-mail abaixo.
 
Acesse os boletins já publicados
       FACEBOOK


Volta Redonda: Rua Gustavo Lira, 9 - Centro - CEP 27253-280 - Telefax: (24) 2102-2800
Subsede: Avenida Antônio de Almeida, 603 - Retiro - CEP 27276-670 - Tel: (24) 3346-6179
Barra Mansa: Rua Ary Fontenelle, 362 - Estamparia - CEP 27330-670 - Tel: (24) 3323-1584
Resende: Rua Dr. Tavares, 80 - Centro - CEP 27511-200 - Telefax: (24) 3360-9895 / 3355-4457
NOSSAS REDES